Logotipo BRC News

Projeto’Música de quintal’ sobre o Beiradão volta com novidades

O projeto Música de Quintal está de volta trazendo novidades sobre a música de beiradão. Iniciado em 2019 o projeto registra a trajetória dos músicos valorizando a memória e o legado musical dos trabalhadores migrantes amazonenses.

Enquanto na primeira edição, o projeto contou com a participação de Chico Cajú, Toinho do Sax, Oséias da Guitarra, nesta segunda, tem programado os shows de Fernando Amazonas, Dedé Ribeiro, Banda Amazonas, Moraes do Sax entre outros.

O show é fechado e será realizada uma gravação que logo mais será disponibilizada no Instagram do coordenador do projeto, professor Bernardo Mesquita (@bernardo.p.mesquita).

O projeto Música de Quintal faz parte do projeto acadêmico A Formação da Música Amazonense (PID) pela universidade do estado do Amazonas, UEA.
 
“Nessa nova versão o projeto apresenta novas facetas do Beiradão como a presença dos músicos do interior, das mulheres e dos esquecidos músicos peruanos”, afirma o coordenador do projeto professor Bernardo Mesquita.

As pesquisas tem demonstrado a importância destes trabalhadores migrantes que desenvolveram suas práticas musicais dentro das transformações sociais após a crise da borracha.

“Uma nova configuração rural após o declínio econômico foi formada quando as populações de seringueiros abandonaram as terras firmes e migraram as margens dos municípios de várzea” explica Bernardo.

O pesquisador também explica como as bandas, o samba, o boi e as orquestras de jazz foram importantes na formação da música popular urbana em Manaus. Manaus era repleta de conjuntos de jazz, uma formação instrumental que tocava música brasileira em diversas festas populares no Amazonas.

O projeto Música de Quintal foi a base de construção do livro Das Beiradas ao Beiradão lançado em 2022. Em 2023 o livro foi lançado em 8 cidades no Brasil.

Últimas Notícias

Rolar para cima