Logotipo BRC News

Gasto médio dos brasileiros na Black Friday será de quase R$ 500

Black Friday

Desembolso será feito pelos quase dois terços de brasileiros (65%) que irão às compras na próxima sexta-feira (25), mostra Boa Vista

valor médio de gastos previstos pelos brasileiros que planejam ir às compras durante a Black Friday deste ano será de R$ 491, de acordo com estudo realizado pela Boa Vista, que prevê a ida de quase dois terços dos brasileiros (65%) às compras na próxima sexta-feira (25).

A pesquisa mostra também que 35% não farão compras nesta data e citam, principalmente, a percepção de desvantagem de comprar no evento (28%). O aumento dos preços surge em segundo lugar, com 20% das menções. Outros motivos apontados foram a contenção de despesas (17%), o endividamento (15%), a priorização de outras contas (12%), a redução da renda e o desemprego (7%).

Segundo o levantamento, 53% das compras nesta Black Friday serão planejadas. Já 41% dos consumidores vão priorizar as compras por oportunidade, ao que passo que 5% afirmaram que dependerá da ocasião.

Para Flávio Calife, economista-chefe da Boa Vista, os números reforçam que o planejamento tem sido priorizado para as compras durante a Black Friday, com a redução do percentual de brasileiros que pretendem se beneficiar de ofertas de ocasião ou comprar por impulso. “Os consumidores estão mais conscientes em relação aos seus gastos, o que é compreensível, dado o momento econômico do país”, analisa ele.

Assim como em 2021, os eletrodomésticos despontam como os itens mais procurados na Black Friday deste ano, com 55% das menções. Já para 46% a opção será por eletrônicos, 38% por celulares, 36% por itens de moda e 36% por itens de casa e decoração. Outras categorias também foram apontadas, como informática (27%), itens de alimentação e bebidas (16%), lazer e esporte (15%), produtos de saúde, cosméticos e perfumaria (15%) e livros (9%).

No quesito pagamentos, quase três de cada quatro consumidores (73%) vão optar pelo parcelamento das compras, enquanto 27% alegam que vão pagar as aquisições à vista. Entre eles, 42% utilizarão o cartão de crédito, 12% o cartão de débito, 7% dinheiro, 18% outros meios.

Para 82% dos consumidores que pretendem fazer compras durante o período, as oportunidades tendem a ser vantajosas, principalmente no quesito preço. 71% dos respondentes alegaram que os descontos despertam maior interesse nas compras.

Independente do canal de compra, 41% afirmaram que vão verificar se os preços estão mesmo abaixo dos praticados nas lojas físicas, contra 31% em 2021, demonstrando maior preocupação e atenção do consumidor com o valor que pagará. Enquanto isso, 39% dos consumidores pretendem comparar preços em vários sites, e 20% já estão acompanhando a variação dos preços ao longo dos meses que antecedem a Black Friday.

fonte: r7

Últimas Notícias

Rolar para cima