Logotipo BRC News

Empresário morre ao bater caminhão contra bloqueio bolsonarista em Mato Grosso

A vítima não conseguiu identificar o bloqueio por causa do mau tempo

Brasil – Morreu, na madrugada desta segunda-feira (31), o empresário sul-mato-grossense Osmar Alceu Wichocki após bater o carro em um caminhão parado em manifestação de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) contra a vitória do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O acidente aconteceu no Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá. A BR-364, onde ocorreu a colisão, é um dos 16 trechos em rodovias do Mato Grosso do Sul bloqueados por apoiadores de Bolsonaro.

Chovia no momento da batida e, de acordo com a Polícia Civil e a Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec), a vítima não conseguiu identificar o bloqueio por causa do mau tempo. Osmar ficou preso às ferragens e foi atendido com vida, mas sofreu uma parada cardíaca e morreu ainda no local do acidente.

O condutor do caminhão em que seu carro colidiu saiu ileso e assinou termo de recusa de atendimento médico. Osmar era proprietário dos Supermercados Parque Cuiabá e Ipase, diretor administrativo e financeiro da Associação de Supermercados de Mato Grosso (ASMAT) e do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios do Estado de Mato Grosso (Sincovaga-MT). 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apoiadores do atual presidente realizam manifestações em 267 pontos e bloqueiam 89 bloqueios em estradas pelo país. Manifestantes chegaram a ocupar 421 trechos no final da noite da última segunda-feira (31). Após a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, as forças policiais estão adotando medidas para desobstruir as rodovias bloqueadas por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Últimas Notícias

Rolar para cima